Sempre tive dificuldade em escrever algo sobre mim, tinha receio de não conseguir expor o meu perfil adequadamente ou de parecer muito egocêntrico ou prepotente. Rs.

Mas hoje resolvi tentar mostrar algo sobre mim e este blog.

Comecei a escrever um “diário virtual” em 1998 – antes do termo blog ter se popularizado por causa do Blogger – e o meu diário na época se chamava ridiculamente de “Mr. Kan and the Web“, onde eu falava um pouco do meu dia-a-dia e do que encontrava de bacana na internet.

Foi lá que aprendi a escrever um pouco melhor – não que hoje eu seja um redator profissional, mas meus primeiros textos chegavam a ser totalmente incompreensíveis – e, em paralelo, eu construí o primeiro portal sobre Mangás e Animes no Brasil, o Mangá Xplosion (MX), junto ao meu irmão de consideração Edi Carlos.

Com o MX, acredito que conseguimos divulgar um pouco sobre mangás e animes – antes de virarem a febre que hoje movem centenas de milhares de fãs no Brasil – e fizemos a nossa singela contribuição na criação deste mercado no Brasil. Fizemos bons amigos, vivenciamos histórias malucas de “bastidores”, mas puramente verdadeiras.

Junto com o Renato Siqueira, trabalhamos continuamente na divulgação do longa-metragem de Hayao Miyazaki – A Viagem de Chihiro – que, por coinciência, havia conquistado o Oscar daquele ano. Participei da criação do primeiro AnimeFriends – e também fiz o logo (com a ajuda do brother Danilo Monteiro) que ainda representa o evento até hoje.

Nesse meio tempo, me decepcionei com o mercado de mangá e anime e acabei saindo totalmente dele. Seja nos eventos, atividades e, até mesmo, do Mangá Xplosion. Meu blog pessoal, também foi abandonado.

Mas com alguns contatos que obtive no meio, fui convidado a trabalhar na Editora JBC com o desafio de estruturar a área digital da Editora. Lá tive a oportunidade de trabalhar ao lado do Edi Carlos, fiz grandes amigos e tive a oportunidade de ajudar na criação do primeiro World Cosplay Summit, onde no primeiro ano, o Brasil se consagrou campeão justamente na estréia do país no evento.

Em 2007, saí da Editora JBC – grato pela oportunidade – e iniciei um novo desafio: montar a minha agência digital: a Citrus7 – juntamente com o Ricardo Wendel, com quem também trabalhei na Editora JBC. Apesar dos obstáculos em se ter um negócio próprio no Brasil, estamos tendo êxito e conseguindo superar as adversidades.

De lá pra cá, venho tentado recuperar a rotina de atualizar o blog, mas sem muito entusiasmo ou sem tempo disponível

Por isso, agora em 2018, estou fazendo esta nova tentativa. Mas, desta vez, como uma forma de extravasar um pouco da tensão do dia-a-dia.