Depois das últimas decepções com Motoqueiro Fantasma 2 e o Fúria de Titãs 2 fui assistir à estréia de “Espelho, Espelho Meu” sem nenhuma expectativa.

Logo no início do filme, há uma belíssima animação narrada com bom humor pela Rainha (ou Bruxa, interpretada por Julia Roberts), que faz a devida introdução sobre o que viria a ser uma inteligente e bem-humorada releitura do clássico. Digo inteligente, porque o filme utiliza apenas a base da história de “A Branca de Neve e os Sete Anões” e, constantemente, foge dos clichês do original (isso sim tem se tornado clichê em Hollywood, quando o assunto é conto de fadas).

Confira o trailer:

Além da interpretação impecável de Julia Roberts – como já era esperado – no papel da mega-maligna-bruxa-vilã, o grande destaque do filme fica por conta dos sete anões. Sim, os sete anões que em nada lembram os simpáticos baixinhos mineradores do clássico da Disney. Em “Espelho, Espelho Meu” eles formam um habilidoso grupo de assaltantes de beira de estrada que promovem boa parte das risadas do filme. Ah e outro detalhe, os sete anões são interpretados por sete atores anões, e não efeitos especiais como os utilizados em “O Senhor do Anéis”.

E tem também a Branca de Neve, interpretada por Lily Collins – sim, a filha de Phil Collins – que apesar de “novata” mostra o seu talento ao empregar um ar de inocência e carisma a personagem, que vai “amadurecendo” no decorrer do filme. E Armie Hammer (Cameron/Tyler Winklevoss, de “A Rede Social”) na pele do Príncipe Alcott, que também promove boas doses de gargalhadas.

A obra foi dirigida pelo cineasta indiano Tarsem Singh – diretor de “A Cela” e do recente “Imortais” -, que mostra toda a sua influência bollywoodiana na riqueza de cores e detalhes. Claro que não poderia faltar a famosa e irritante “dancinha” indiana, que não chega a estragar o filme, pois só aparece durante créditos.

Enfim, “Espelho, Espelho Meu” é um filme bem divertido e recomendado para toda a família. Fazia tempo que não me divertia tanto no cinema.

Agora fica a expectativa (medo) da outra versão de Branca de Neve que deve estrear em junho deste ano, com a garota Crepúsculo Kristen Stewart e a belíssima Charlize Theron, como Branca de Neve e a Rainha, respectivamente.